CARTA DO GESTOR 02/2018: ARTESANAL FIC DE FIM

“O Fundo Artesanal FIC FIM obteve rentabilidade de 0,30% em termos nominais, o que representa 64,39% do CDI no mês.

Neste mês todas as principais posições foram mantidas, realizamos apenas alguns ajustes a fim de buscar melhoras no retorno.

A posição em títulos públicos permanece a mesma. Os vencimentos não foram alterados, bem como nossa estratégia em acompanhar os leilões do Banco Central com o intuito de capturar ganhos no curto prazo.

O termo de ações permanece com a representatividade de 10% do fundo. Esse percentual poderá sofrer alguma variação ao longo do mês, devido ao excesso ou falta de novas operações.

O Financiamento e Reversão com opções foi o nosso destaque negativo no mês. Tivemos esta perda devido a não contribuição do hedge com ganho. Em nossos estudos, este era um evento extremo que poderia vir a acontecer em 5% dos casos, porém, o histórico da estratégia continua positivo.

Como salientado anteriormente, acreditamos que a volatilidade do mercado possa contribuir de forma positiva para as estratégias de long&short, holding’s e arbitragens. Todas as estratégias foram mantidas e há a intenção em uma alocação do limite já estabelecido.

Recentemente havíamos avisado sobre uma operação em fase de backtest, pré-operacional. Informamos que esta foi implementada: trata-se de uma arbitragem com opção de ação, sem risco direcional, mantendo assim a política de fundo. O estudo consiste em buscar uma má precificação por parte de alguns derivativos.

Gostaríamos de avisar antecipadamente nossos cotistas, acerca de possíveis oscilações na cota do Fundo.

Tratam-se de marcações a mercado que a carteira pode vir a sofrer, devido à grande quantidade de operações que o fundo está carregando.

Atenciosamente,

Equipe de Gestão Artesanal Investimentos. ”


Recomende esse texto: